Na manhã da última quinta-feira, 17, Auditores Fiscais e sindicalistas reuniram-se no auditório do Sindicato dos Auditores Fiscais de Tributos Estaduais de Rondônia (SINDAFISCO) para debater a proposta da ‘Reforma Tributária Solidária’ que defende uma melhor cobrança dos tributos em relação à realidade do país.

No ‘Seminário Reforma Tributária Solidária - Menos Desigualdade, Mais Brasil’, realizada pela Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco) em parceria com o Sindafisco e a Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip), o presidente da Fnafisco, Charles Alcântara, afirmou que a meta é reduzir as desigualdades do sistema tributário, tirando imposto de quem recebe menos e aumentando os tributos de quem ganha mais.

“Se você reduz a tributação no consumo, isso não é apenas bom para as famílias porque elas terão um pouco mais de renda. Ao consumir mais, ter mais capacidade de demanda, você cria um circulo virtuoso na economia, aumentando a produção, emprego e competitividade”, disse ele.

Questionado sobre como a proposta será trabalhada neste ano político e de extrema importância, devido ao momento que o país enfrenta, em meio a tantas denúncias de corrupção e uma imagem política desgastada, Charles relatou que será necessárias pessoas comprometidas com a sociedade e com a proposta. 

“As entidades do Fisco já estão conversando com as bancadas federais, estaduais e municipais em busca de pessoas que se comprometam em mudar a carga de impostos do país, que busquem melhorias na qualidade de vida da sociedade com uma cobrança igualitária de impostos. Somente pessoas politicamente comprometidas com essa causa poderão levar o projeto adiante”, disse.

O presidente do Sindafisco, Mauro Bianchin reforçou que este momento político é importante para o encaminhamento da proposta. “Agora irá começar o debate político, propostas de governo, vão surgir projetos para os Estados e para o Brasil. Todos nós temos que ficar atentos as propostas apresentadas e cobrar uma justiça fiscal mais intensa para a sociedade. O projeto da Reforma Tributária solidária está sendo elaborado pensando justamente em reduzir essas desigualdades sociais”, reforçou.

O projeto possui uma página na internet. Nela, os internautas podem obter mais informações sobre o projeto, fazer comentários e compartilhar ideias acerca do tema. O endereço da página é https://www.facebook.com/ReformaTributariaSolidaria1/